Milagre Em Juazeiro

Wolney Oliveira. Docudrama. 83’. 35 mm. Cor. Brasil. 1999.

Ficha Técnica

 

Direção: Wolney Oliveira

Roteiro: Verônica Guedes e Wolney Oliveira

Assistente de direção: Tessa Hernández

Produção executiva: Margarita Hernández

Diretor de fotografia: Raúl Pérez Ureta

Operador de câmera: Eusélio Gadelha Oliveira

Música: Sergio Vitier

Edição de som: Márcio Câmara

Montagem: Mair Tavares e Severino Dadá

Direção de arte: Eurico Rocha

Som direto: Márcio Câmara e Fernando Cavalcanti

Mixagem: Nerio Barbieri

Elenco: José Dumont, Marta Aurélia, Roberto Bonfim, B. de Paiva, Antônio Leite, Antonieta Noronha

Sinopse

Ceará, 1889. Padre Cícero Romão Batista, pároco de Juazeiro do Norte, administra a comunhão aos fiéis. Entre eles está Maria de Araújo, mulher simples e religiosa. Quando recebe a hóstia das mãos do Padre e pousa em sua boca, esta se transforma em sangue. Milagre? O fenômeno se repete e se consolida a crença de que o Padre é um Santo e a beata Maria de Araújo, um instrumento de Deus. As primeiras romarias começam a chegar a Juazeiro. O milagre pouco ortodoxo e de tanto apelo popular não agradou à Igreja Católica Apostólica Romana. Padre Cícero se vê privado dos misteres religiosos. Morre sem conseguir a absolvição, mas seu poder político perdura enquanto vive. A polêmica continua até hoje. Juazeiro do Norte é cenário de uma das maiores romarias do Brasil e Padre Cícero é venerado como um verdadeiro santo.

 

Prêmios

  • Prêmio Especial do Júri, XXXI Festival de Brasília, 1999.
  • Prêmio à Melhor Atriz Coadjuvante (Marta Aurélia), XXXI Festival de Brasília, 1999.
  • Melhor Montagem, IV Festival de Cinema de Recife, Brasil, 2000.
  • Melhor Ator (José Dumont), III Festival de Cinema Luso-Brasileiro, Portugal, 2000.
  • Prêmio dos Cineclubes ao Melhor Filme, II Festival Luso-Brasileiro, Portugal, 2000.
  • Prêmio ao Melhor Documentário, Festival Internacional de Montevidéu, Uruguai, 2001.